Superar as emoções negativas e aumentar a motivação

Superar As Emoções Negativas E Aumentar A Motivação

Aumentar A Motivação

Um estado emocional negativo pode realmente estragar o seu dia. O stress prolongado, a depressão ou a raiva não são claramente propícios a altos níveis de performance. E o pior é que esses estados emocionais tendem a perpetuar-se. Trabalhar enquanto está demasiado stressado pode levar a ainda mais stress. A depressão e a ansiedade podem fazer com que você evite tomar os tipos de acções que o ajudarão a sair do poço de negatividade. E a raiva pode levá-lo a tomar acções improdutivas de que você pode arrepender-se mais tarde.

Embora a variedade emocional possa apimentar a sua vida, você certamente concorda que permanecer preso num estado emocional negativo prolongado é algo a ser evitado. Então, se você se encontrar num desses estados, o que pode fazer para aumentar a sua motivação e mantê-la em alta?

Eu passei uma quantidade enorme de tempo a estudar os estados emocionais (muito mais do que você gostaria de saber), e tentei muitas estratégias diferentes para gerir de forma consciente as minhas emoções durante a maior parte da minha vida adulta. Senti que este era um investimento que valia a pena, porque as  emoções são importantes na vida humana. Os nossos sentimentos controlam em grande parte a forma como utilizamos os nossos recursos físicos e mentais. Os nossos sentimentos podem literalmente construir-nos ou destruir-nos. Tenho a certeza que você consegue lembrar-se de algumas pessoas que foram arruinadas pela sua incapacidade de gerir com sucesso as suas emoções.

Se você seguiu o trabalho de Tony Robbins, você terá notado que ele coloca uma grande ênfase na gestão do estado emocional. Eu tenho tendência para favorecer as diferentes técnicas que ele defende nos seus livros e seminários, e com essa tendência descobri que o que ele ensina funciona, se você o praticar o suficiente. As estratégias de gestão de estado que ele ensina vêm da programação neuro-linguística (PNL), e existem outras fontes para o mesmo assunto, além de Tony Robbins, se você não gostar do seu estilo particular.

O que eu não gosto sobre a maioria das técnicas de gestão de estado da programação neuro-linguística é que elas tendem a ser de muito curto prazo nos seus efeitos, e requerem algum esforço consciente sério para as aplicar. Se eu me sinto em baixo, posso usar uma técnica, como por exemplo mudar a minha fisiologia (ou seja, a posição do corpo), ou encontrar um motivo para me fazer sentir fantástico. E funciona muito bem. Mas se isso não permanecer, uma hora mais tarde eu posso sentir que estou gradualmente a afundar-me novamente no meu estado emocional anterior. Dado que eu, eventualmente, preciso de me sentar à secretária e voltar ao trabalho, receber um impulso emocional temporário é bom, mas não faz muito por mim ao longo de uma semana, a não ser que esteja sempre a repeti-lo de hora a hora. Esta é a minha experiência pessoal, não estou a dizer que isso é verdade para todos. Existe uma enorme variedade individual na eficácia das técnicas da programação neuro-linguística.

Da mesma forma, eu posso assistir a uma comédia ou ouvir música para me animar, mas o efeito ainda é muito temporário. Ter um novo estímulo temporário para me animar é bom, mas geralmente o meu estado emocional anterior simplesmente reafirma-se dentro de uma ou duas horas mais tarde.

Então, como funciona? Como faço para manter o meu nível de motivação permanentemente alto?

Isto pode soar simplista, mas a melhor estratégia que eu encontrei para permanecer motivado e positivo é manter o hábito diário de ouvir programas de áudio motivacionais. Eu tenho uns quantos programas deste tipo, e por isso tenho centenas de horas de áudio à minha disposição. A maior parte é em formato de CD, por isso basta colocar o CD no leitor e ouvir. Algumas das minhas pessoas favoritas para ouvir são Earl Nightingale, Brian Tracy, Zig Ziglar e Denis Waitley.

Embora estes programas incluam geralmente muita informação e ideias, acho que a informação em si não é o que normalmente me dá o maior benefício. É o facto emocional/motivacional que me dá maior retorno a longo prazo. Escutei alguns deles dezenas de vezes, e por isso não estou a receber muitas ideias novas. Mas, apesar de a informação não mudar, a atitude positiva por detrás da informação revigora-me sempre. Oiço muitas vezes esses programas de áudio enquanto pratico exercício ou enquanto faço outras actividades físicas, como a preparação de refeições ou tomar uma refeição, e assim não gasto qualquer tempo extra. Na maioria das vezes eu nem sequer me concentro neles – acabo por ouvi-los passivamente enquanto me concentro em outra coisa.

Para mim, o efeito é inegável. Depois de 30 a 60 minutos a ouvir alguém como o Zig Ziglar a falar sobre objectivos, eu sinto-me sempre muito optimista e focado. E normalmente consigo fazer um monte de trabalho de grande importância, enquanto estou nesse tipo de estado emocional. Para mim, a chave foi manter isso como um hábito diário.

Assim como o exercício físico deve ser um hábito diário, sentir-me condicionado emocionalmente, numa base diária, é igualmente importante. Sempre que, numa dada altura, eu interrompi esse hábito durante semanas, ou meses, eu invariavelmente ficava deprimido e preso em estados emocionais negativos. Então nessas ocasiões lembrei-me da minha solução, liguei de novo o leitor de CD, e a minha atitude e produtividade regressaram em força.

Quando entrei na faculdade, em três semestres, eu escutei esses CD motivacionais religiosamente. Eu tinha em média oito horas de aulas por dia, mas lembro-me que no meu último semestre eu tive um dia por semana com 13 horas de aulas contínuas, das nove da manhã às dez da noite, com intervalos de 15 minutos entre cada aula. Esses dias foram uma loucura, mas naqueles pequenos intervalos, enquanto eu caminhava de uma aula para a outra, eu coloquei os meus auscultadores nos ouvidos e escutei os meus CD. Portanto, não importava quão difíceis podiam tornar-se as coisas, eu estava constantemente a recondicionar-me a ter uma atitude positiva e pró-activa, e isso manteve-me entusiasmado e a dar conta de toda aquela carga de trabalho.

Se você só puder comprar um programa de áudio, um dos meus favoritos de todos os tempos é “Liderar o Campo” (Lead the Field), de Earl Nightingale. Este programa é bastante antigo, e o autor Earl Nightingale já faleceu, mas na minha opinião ainda é um dos melhores programas do seu tipo e uma grande escolha para começar, se você nunca ouviu qualquer outro áudio motivacional. Você pode encontrar uma cópia disponível para venda em Nightingale Conant – custa cerca de 40 dólares para a versão integral em cassete, CD ou MP3 (na Amazon custa 70 dólares).

Se você não quer gastar dinheiro, provavelmente poderá encontrar uma pequena selecção de programas de áudio na sua biblioteca pública local. A minha tem várias dezenas, e como a biblioteca fica apenas a uma milha da minha casa, eu posso sempre vê-los e comprar apenas aqueles que eu acho que são realmente notáveis.

Eu pretendo adicionar alguns dos meus próprios programas de áudio para este site, eventualmente, já que eu pessoalmente acho-os tremendamente benéficos, mas quero terminar o meu livro antes de começar a fazer gravações de áudio.

O que eu gosto ao ouvir programas de áudio é que é uma coisa fácil, passiva e não é preciso pensar. Tudo o que é preciso fazer é colocar os auscultadores, escolher o CD ou e carregar no ‘play’. Eu geralmente aponto para cerca de 30 minutos por dia (normalmente quando faço exercício). Isso é o suficiente para me manter  geralmente positivo e optimista durante todo o dia, e começar a trabalhar imenso.

Eu não sei se você percebeu, mas há uma enorme quantidade de pessoas chorosas neste planeta, e as suas emoções negativas tendem a passar para si e contaminá-lo com a doença da pieguice, se você não se vacinar contra isso. As inoculações diárias de programas de áudio motivacionais são o melhor antídoto que eu encontrei para esta doença. Isso ajuda-me a ficar focado nos meus objectivos e a evitar as lamúrias.

Escolha algum tipo de programa de áudio motivacional, e tente ouvi-lo durante pelo menos 30 minutos por dia, durante uma semana, e veja o efeito que tem sobre a sua atitude e as suas acções. Eu acho que você, tal como eu, vai achar que este hábito é um dos melhores que você pode desenvolver.

Ler livros inspiradores também é eficaz, mas eu, pessoalmente, prefiro o áudio para o meu condicionamento emocional diário, para que eu possa fazer outras coisas ao mesmo tempo. Mas existe uma grande abundância de livros e artigos que podem ajudar a manter a sua atitude positiva.

É possível exagerar? Sim, acho que sim. Acho que é melhor para manter um estado emocional regular, mesmo que caia sobre o lado optimista. Na minha experiência, é o melhor para a produtividade pessoal – eu não trabalho tão arduamente quando me sinto pessimista. Mas eu não acho que seja sábio ficar tão emocionalmente despreocupado que perca de vista a realidade e comece a tomar decisões tolas.

O objectivo deve ser controlar as suas emoções, de tal forma que você possa aproveitar melhor os seus recursos físicos e mentais. A maioria das pessoas rotulam este estado de “sweet spot”, o estado de ser apaixonado pelo que se faz. Mas não empurre as suas emoções a um nível de intensidade em que você está a bloquear o acesso ao seu melhor pensamento.

Coloque-se num estado onde você se sinta positivo e em que possa gerar resultados positivos, não se condicione em demasia, ao ponto de se sentir bem com resultados medíocres.

Aumentar A Motivação

 

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*