Amor-próprio

Amor-próprio

Amor-próprio

Amar a si mesmo é um requisito fundamental para que o ser humano ame os outros. Embora tenhamos aprendido que a auto-estima é individualista e egoísta, ela é essencial para que nos possamos expor ao mundo com coragem e confiança.

Amar a si próprio é muitas vezes difícil de pôr em prática. Chega a ser assustador, por que amar a si mesmo envolve várias coisas e aceitar-se, é apenas uma delas.
Ficam apenas algumas ideias em como poderá amar-se mais e consequentemente amar o outro.

Oiça os outros, mas oiça, não faça de conta que ouve, preste atenção no que dizem, por vezes somos surpreendidos.
Aproxime-se dos outros, é mais fácil partilhar emoções, problemas e alegrias quando estamos com outras pessoas.

 

Amor-próprio

Não tenha receio de pedir ajuda, todos nós precisamos de ajuda às vezes, é sinal de coragem enfrentar medos.
Tire momentos a sós, pense, esteja na natureza, desligue telemóvel, beba um café numa esplanada, leia um livro há beira-rio.

Não julgue, nunca fazer aos outros o que não gostávamos que nos fizessem, uma regra básica e simples.
Não se preocupe com a opinião dos outros, faça o que quer e gosta, desde que não interfira com os outros, a vida é sua!
Aceite-se, não se recrimine o tempo todo, não somos perfeitos temos de viver com virtudes e defeitos, aceitar isso é meio caminho para se amar.
Diga que ama sem pudores, mostre que se preocupa, que ama que está lá para os outros.
Oiça música, dance, cometa uma loucura saudável. Ofereça-se um presente de vez em quando, mime-se.
Tenha objectivos e tente, lute por eles, assim como prioridades.
Aprecie as coisas simples, repare naquela flor abrir, no por do sol, num sorriso no autocarro.
Sorria, brinque, converse com estranhos, seja simpático e prestável.
Ame-se!

Amor-próprio

Amor-próprio
4.7 (93.04%) 23 votos

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*