Três maneiras de parar a Depressão e o Esgotamento

Parar a depressão

A nossa cultura parece estar a experimentar uma epidemia de problemas, tais como a depressão e o esgotamento, com estimativas de mais de 10% a cada ano.

Na minha prática como médico, e agora que me mudei exclusivamente para a terapia psicológica, as pessoas procuram-me com diferentes níveis destes problemas, desde a depressão suficientemente má para planear activamente o suicídio, até pensamentos mais vagos de saber se vale a pena levar a vida para a frente.

Às vezes, trata-se mais da perda de confiança naquilo que fazem, ou até mesmo de ter ataques de pânico. Como já explorei as suas situações, eu encontreitrês factores-chave que podem parar o estado de depressão e sensação de esgotamento.

1) Definir metas com um ponto final pré-determinado – Vida e obra não podem ser apenas uma maratona sem fim. Você precisa de ter sprints, bem como períodos de descanso, e ter algumas linhas de acabamento ao longo do caminho. Caso contrário, o mais que vai conseguir é colapsar de exaustão, e é melhor se você puder fazer isso do outro lado da linha de chegada.

Se você rotular um marco, ou um passo na viagem, ou uma estratégia de saída, você precisa de reconhecer o fluxo e refluxo da sua motivação e interesse, e seguir com ele e não contra ele. Mesmo um motivador aparentemente poderoso, como ter mais dinheiro, pode tornar-se esgotante quando mais e mais ainda nunca é suficiente, porque você não definiu aquilo que quer que o dinheiro lhe traga.

2) Ter um propósito maior em mente – A vida não é apenas sobre encher os seus dias com tudo o que acontece para chamar a sua atenção, e ainda há muito por perto para escolher. Com um propósito maior, você pode seleccionar o que é importante para si, ou pode ser o contrário, o que é importante para si pode ser o seu maior objetivo.

Agora, não tem que ser um objectivo muito grande, como resolver a pobreza no mundo. Contudo, precisa de ser algo que lhe traga paixão, ajudando-o a enfrentar os choques do dia-a-dia e os obstáculos que estão no seu caminho.

Muitas pessoas podem continuar por um bom tempo sem questionar ou encontrar uma resposta sobre qual é o seu maior propósito, porque é só quando as coisas ficam realmente difíceis que as pessoas percebem que precisavam dessa resposta. Se você não tem um propósito maior agora, então, enquanto você está feliz, você está bem. A vida vai dar-lhe contratempos que permitem mostrar o quanto você quer alguma coisa, e então você vai descobrir o que é realmente importante para si.

3) Criar resultados que duram além daquele dia – Isto é o mais importante na minha experiência como conselheiro. Você precisa de construir alguns benefícios cumulativos para o trabalho que você faz a cada dia. Caso contrário, a cada dia está a começar do zero novamente, e vai sentir como se estivesse “a nunca chegar a lugar nenhum”, porque você realmente não vai estar.

Mais informação: https://www.terapiasdamente.pt/tratamento-depressao/

Por exemplo, se você está a ganhar dinheiro, mas está a gastá-lo mais depressa do que o ganha e a acumular dívidas, você está melhor financeiramente assim do que se tivesse ficado na cama?

Às vezes, trata-se apenas de prestar atenção para o benefício a longo prazo que você está a criar. Frequentemente, contudo, você precisa de mudar aquilo que faz diariamente, para produzir dinheiro que possa manter, fontes de renda passiva e não activa, hábitos em vez de remendos, prevenção em vez de combate a incêndios, relações em vez de transacções extraordinárias. Desta forma, você pode dormir sabendo que tem mais razões para acordar no dia seguinte.

Cada um destes três aspectos são vitais. Faltando um deles, você vai sentir mais stress, e se você não tiver qualquer um deles, então é muito provável que esteja a ler isto porque você está realmente a precisar de ajuda, começando com estas três alterações. Comece hoje.

Três maneiras de parar a Depressão e o Esgotamento
4.8 (96.67%) 6 votos

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*