Quando é que a Lei da Atração não resulta?

erros lei da atração

Como já percebeu pelos capítulos anteriores, a lei da atracção nem sempre resulta da forma que todas as partes envolvidas gostariam. Porque é que isso acontece? Afinal, se a lei da atracção é universal, porque é que ela só resulta em parte do tempo?

A resposta para isto está na mente das pessoas que tentam usá-la em benefício próprio. A única coisa presente entre você e o sucesso é você próprio, e isto já foi discutido antes. Se a mente das pessoas está obstruída por tanta energia negativa que não consegue libertar vibrações positivas que possam atrair as energias positivas do universo, a lei da atracção não será capaz de as ajudar. Há que libertar primeiro toda a energia negativa e começar de novo.


Erros Comuns

Tal como acontece com qualquer outra capacidade, a lei da atracção requer tempo, esforço e devoção para conseguir efectivamente dominá-la e usá-la na sua vida. Existem diversos factores que podem levar a que a lei da atracção se comporte de forma diferente daquela que é esperada, estando a maior parte desses factores relacionados com a capacidade de o utilizador seguir as indicações necessárias para alcançar o sucesso, com a ajuda deste maravilhoso recurso.

Felizmente, os erros cometidos com a lei da atracção são tão universais como a própria lei, e por isso são muito fáceis de identificar e de corrigir.


Cinco Erros Comuns


  1. Acreditar que o pensamento positivo é suficiente para atrair aquilo que você deseja

O pensamento positivo ocorre apenas ao nível da consciência; é por este motivo que o pensamento positivo não é suficiente para que a lei da atracção surta efeito. Para acreditar, é necessário passar ao nível do subconsciente.

A mente funciona sempre em dois níveis, o subconsciente e a consciência. A consciência é dada por centenas de grupos de informação que recebemos a toda a hora, a partir dos cinco sentidos. É uma incrível quantidade de informação para processar, mesmo para uma ferramenta tão avançada como o cérebro humano. A mente seria levada lentamente à loucura se tivesse de gerir toda essa informação a toda a hora.

Em vez disso, a mente desenvolveu a consciência, que serve como um filtro para reter a informação que lhe é enviada pelos sentidos e reter tudo o que lhe parece importante. Aquilo que não é considerado importante passa para o subconsciente. É o subconsciente que vai reter esta informação, actuando como o guardião das memórias reprimidas até à altura em que estas memórias voltarem a ser necessárias.

É desde há muito sustentado que o subconsciente tem um efeito directo nas acções e crenças da consciência, tema este que irá ser discutido mais detalhadamente um pouco mais à frente, mas por agora é suficiente referir que, se a consciência tenta ter pensamentos positivos ao mesmo tempo que o subconsciente retém energia negativa, uma irá anular-se à outra e o efeito desejado não será alcançado.


  1. Ficar impaciente

O universo funciona à sua velocidade própria; lembre-se, cada acção contém em si uma reacção idêntica e oposta. É fundamental que as outras condições envolventes sejam adequadas para que o acontecimento ocorra como deve ser.

Isto significa que a lei da atracção pode levar semanas, meses ou até mesmo anos para resultar numa reacção produtiva e adequada aos desejos de um indivíduo. As pessoas da sociedade de hoje são muito caprichosas: querem aquilo que querem e querem-no agora. Uma nova teoria que não produz resultados instantâneos não será recebida de maneira favorável.

Além disso, a descrença na lei da atracção, porque ela não segue os timings que você definiu (afinal, nada diz quando é que os seus maravilhosos desejos irão realizar-se; apenas se diz que vão), é uma violação directa das linhas de orientação recomendadas para que possa obter resultados positivos. Em vez de estar meramente a testar a lei da atracção a ver se ela produz resultados, esteja confiante e acredite na sua capacidade de lhe trazer os resultados desejados, e fique contente por poder ficar sentado e esperar por esses resultados, sabendo que aquilo que você mais quer irá acontecer na altura certa.

Por outro lado, a sua impaciência indica que você não acredita na capacidade da lei da atracção lhe trazer os resultados que deseja. Isto significa que algures no seu íntimo há um pequeno núcleo de energia negativa, suficiente para deitar a perder todo o processo de atracção positiva. Lembre-se, se estiver a emitir energia negativa você irá atrair a energia negativa de volta para si.


  1. Determinar o tempo em que irá atrair aquilo que você quer

Deixe o universo trabalhar! É possível ficar tão concentrado naquilo que você pensa que vai acontecer que acaba por perder a ocasião em que o evento surge, se ele não acontecer da forma precisa que você achou que aconteceria.

Como já foi dito antes, o universo escolhe o seu próprio tempo e espaço para as coisas acontecerem, e estes acontecimentos podem surgir através de meios pouco convencionais. Ao determinar exactamente como irá receber a recompensa que você deseja, você está a retirar a escolha das mãos da natureza, o que inverte o fluxo de energias da vida e irá fazer com que você tenha uma grande desilusão.

Imagem obtida através do Google Images


Ao reter para si essa capacidade de escolha, você está essencialmente a dizer que não acredita na capacidade da lei da atracção produzir resultados no tempo certo; mais uma vez, ao definir um tempo para as coisas acontecerem, você irá eventualmente perder a confiança na lei da atracção (afinal, não aconteceu aquilo que era suposto, pois não?), o que irá fazer com que o seu subconsciente comece a libertar energia negativa, afastando para longe a energia positiva.


  1. Permitir que as suas emoções sejam influenciadas por evidências externas

Para que possa colher todos os benefícios da lei da atracção, você tem de acreditar que aquilo que vê agora é o resultado daquilo que conseguiu atrair a este ponto; mais uma vez, é essencial que perceba que aquilo que aconteceu na sua vida até à data e aquilo que irá acontecer no futuro é determinado por si. Quaisquer sucessos ou fracassos que tenha experimentado foram o resultado das energias que o seu corpo e a sua mente libertaram para o universo.

É muito fácil olhar para os acontecimentos da sua vida e pensar: “De certeza que eu não queria que isto acontecesse; a lei da atracção só pode ser falsa, porque nunca desejei algo tão mau.” Aquilo que você tem de perceber é que nem sempre aquilo que a sua consciência deseja é aquilo que o seu subconsciente projecta. Isto conduz-nos ao quinto erro mais comum.


  1. Não eliminar crenças restritivas

Existem muitas ocasiões em que as pessoas caem num ciclo de auto-destruição, porque são incapazes de controlar os pensamentos e atitudes do seu subconsciente. Um argumento comum contra a lei da atracção é: “Se as pessoas têm a capacidade de determinar os acontecimentos da sua vida, porque é que existe tanto sofrimento no mundo?” Não, essas pessoas não escolheram uma vida de fome e escravidão; contudo, devido ao seu historial, muitas não acreditam verdadeiramente que podem ter uma escolha.

Esta descrença na sua capacidade de mudar as circunstâncias, porque “foi assim que foi sempre”, significa que elas continuarão a viver dessa maneira. O seu subconsciente continua a projectar essa descrença e a libertar energia negativa para o universo, recebendo de volta energia negativa, o que irá fazer com que continuem a viver desta forma, num ciclo de acontecimentos auto-destrutivos.

São os que se atreveram a sonhar, e que acreditam nas possibilidades apresentadas pelos seus sonhos, que provocaram as grandes mudanças no mundo. Acha que se os colonos não tivessem acreditado que um dia seriam livres dos britânicos, teriam tido capacidade para vencer a guerra revolucionária? Se Henry Ford não tivesse realmente acreditado que um dia o homem poderia conduzir um carro, o Modelo T alguma vez teria sido inventado? Se as mulheres tivessem acreditado que estariam para sempre destinadas a viver debaixo do jugo dos seus pais e maridos, sem terem uma palavra a dizer, alguma vez teria havido movimentos de libertação feminina?

Eliminar crenças antigas como estas é absolutamente vital para que a lei da atracção funcione como é desejado. Se você realmente sentir que a lei da atracção não está a resultar consigo, faça uma pausa e pense sobre as coisas que deseja. Acredita realmente que essas coisas podem acontecer, ou está simplesmente a formular desejos inúteis? Acredita no seu íntimo que tem pelo menos “uma hipótese num milhão” de uma ou outra dessas coisas acontecerem?

Para que consiga emitir vibrações positivas, necessárias para atrair para si as energias do universo, é fundamental que esteja cem por cento confiante na sua capacidade de realizar uma mudança e querer acreditar que todos os acontecimentos que ocorreram até esse ponto foram um pré-requisito necessário para que os grandes eventos possam acontecer.


A chave para a Lei da Atracção é a ACEITAÇÃO da SUA responsabilidade.

“Quando a voz e a visão no interior se torna mais profunda, mais clara e mais alta, do que as opiniões do exterior, você está a dominar a sua vida.” Dr. John F. Demartini

Quando é que a Lei da Atração não resulta?
Vote neste artigo

Comentários

  1. perfumaria || at

    Ofereça perfumes, loja Portuguesa vende todas as marcas de perfumes

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*