Olhe para dentro de si

Olhe para dentro de si

Olhe Para Dentro De Si

Olhe para dentro de si

Era uma vez um proprietário rural em África, chamado Hafiz, que vivia feliz e contente. Ele estava feliz porque estava contente. Ele estava contente porque estava feliz.

Um dia, um homem sábio foi ter com ele e disse-lhe sobre uma glória de diamantes e do poder que vem com eles. O homem sábio disse: “Se você tivesse um diamante do tamanho do seu polegar, você poderia ter a sua própria cidade. Se você tivesse um diamante do tamanho do seu punho, você poderia provavelmente possui o seu próprio país.” E com o que disse, ele foi-se embora.

Naquela noite, o agricultor não conseguia dormir. Ele estava infeliz e estava descontente. Ele estava infeliz porque estava descontente, estava descontente porque estava infeliz.

Na manhã seguinte, ele fez preparativos para vender a sua propriedade, cuidou da sua família e foi em busca dos diamantes.

Procurou por toda a África e não conseguiu encontrar nenhum. Procurou por toda a Europa e não conseguiu encontrar nenhum. Quando chegou a Espanha, estava emocionalmente, fisicamente e financeiramente de rastos. Ficou tão desanimado que se atirou ao rio em Barcelona e cometeu suicídio.

De volta para casa, a pessoa que comprou a sua propriedade estava a dar de beber aos camelos num rio que atravessava a propriedade. Do outro lado do rio, os raios do sol da manhã atingiram uma pedra e fez com ela brilhasse como um arco-íris. Ele pensou que ficaria bem no seu manto. Pegou na pedra e levou-a para a sala de estar.

Naquela tarde, o homem sábio voltou e viu a pedra a brilhar. Perguntou: “É Hafiz que está de volta?”

O novo proprietário disse: “Não, por que pergunta?”

O homem sábio disse: “Porque isso é um diamante. Reconheço um quando o vejo.”

O homem disse: “Não, isso é apenas uma pedra que apanhei no rio. Venha, vou mostrar-lhe. Há muitas mais.”

Eles foram e recolheram algumas amostras, que levaram para análise. Com toda a certeza, as pedras eram diamantes. Eles descobriram que a propriedade estava de facto coberta por hectares e hectares de diamantes.

Qual é a moral desta história? Há cinco morais:

  1. Quando a nossa atitude é certa, podemos perceber que estamos todos a caminhar sobre hectares e hectares de diamantes. A oportunidade está sempre debaixo dos nossos pés. Não temos de ir a lugar nenhum. Tudo o que precisamos de fazer é reconhecê-lo.
  2. A galinha do vizinho é sempre melhor que a minha.
  3. Enquanto estamos de olho na galinha do vizinho, há outros que estão de olho na nossa galinha. Eles ficariam felizes por trocar de lugar conosco.
  4. Quando as pessoas não sabem reconhecer a oportunidade, queixam-se do barulho que faz quando lhes bate à porta.
  5. A mesma oportunidade nunca bate duas vezes. A próxima vez pode ser melhor ou pior, mas nunca é a mesma.

 

 

Olhe Para Dentro De Si

Olhe para dentro de si
Vote neste artigo

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*