Estará você pronto para fazer o trabalho?

Estará você pronto para fazer o trabalho?

Fazer O Trabalho

Estará você pronto para fazer o trabalho?

Estamos todos num caminho espiritual, quer saibamos ou não. O caminho de todos é diferente, mas o destino é sempre o mesmo, a verdade interior.

É um grande trabalho, libertar alguém daquilo que já não o serve.

É fácil “falar por falar” e ler todos os livros lá fora, mas “fazer o caminho” às vezes não é assim tão simples. A verdade nem sempre é a coisa mais agradável de ver, ouvir ou experimentar. No entanto, no final, como diz o velho ditado, “a verdade vos libertará!”

Cada pessoa tem a sua própria composição, apenas esperando pela ruptura. O que pode parecer grande para uma pessoa, pode não parecer nada para outra. Estamos todos no caminho, mas cada pessoa é única para ele. Isto é sobre o encontro de pessoas, onde elas estão; uma tarefa que eu realmente preciso de me lembrar a cada dia. Não é tão simples como quando você tem uma revelação sobre algo – então assim está feito. (Como seria bom se a vida realmente funcionasse dessa forma).

Sabe, nós, seres humanos, somos como cebolas, formados por muitas camadas. Assim que tiramos uma das camadas, podemos sentir-nos renovados e revigorados, mas há muitas mais camadas à espera. Quanto mais fundo você for, mais você irá descobrir quem está no seu interior. É um processo constante de consciencialização.

A minha experiência com as minhas próprias “avarias” nem sempre foi assim tão óbvia, naquela época. E, claro, algumas eram mais dolorosas do que outras. Um aspecto comum eu descobri, se eu era capaz de uma ruptura, eu também era capaz de olhar para trás e identificar a sua causa. Eu era capaz de descobrir o que me levou àquele ponto em primeiro lugar!

Eu aceito quem eu era, tornei-me grato pelas lições que me ensinou, e continuei a trabalhar na cura dessas áreas na minha vida com amor, aceitação e perdão. Eu entreguei-me e permiti-me crescer um pouco a cada momento. Assim como uma árvore descansa no inverno, florescendo apenas com novas flores na primavera, embora permanecendo a mesma, a árvores está diferente.

Tudo o que me aconteceu empurrou-me para a frente, para se desenvolver em quem eu devo ser. Eu ainda estou a retirar as minhas camadas e a aprender mais sobre mim mesmo todos os dias. Sou abençoado por ter o meu Campeão e todos os meus amigos que nunca me deixarão cair. Eles “chamam-me à vez”, sempre que necessário, mas sempre num espaço de confiança, amor e verdade.

Quando estamos a desvendar-nos (seja mentalmente, espiritualmente e fisicamente), isso pode ser muito doloroso e, certamente, nada divertido. Isso eu posso garantir-vos! No entanto, isso também pode ser visto como um convite, para que olhemos para onde estamos e se estamos prontos para ir numa direcção diferente ou não.

Somos espelhos para tudo o que acontece no nosso próprio espaço, como somos tratados, o que atraímos, o que estamos a ser. Mas isso só acontece se olharmos para as coisas irritantes como um convite para ver o que está a acontecer dentro de nós; nem sempre no sentido literal.

Somos espelhos um do outro, mas isso é o reflexo que queremos ver?

O trabalho pessoal sobre si próprio é importante. Mais ninguém vai fazer esse trabalho por nós. Estamos sempre perante a oportunidade de aprender sobre nós mesmos. Você é o tipo de pessoa que ajuda os outros a ver através da sua neblina, ou ainda passa mais tempo a ajudar os outros do que a si mesmo?

Eu costumava ser assim. Eu adoro estar em serviço e ver os outros terem aquele momento “A-ha!”. É por isso que eu faço o que eu faço. No entanto, houve um tempo em que eu me permiti mergulhar tão profundamente noutras águas que estava a negligenciar-me a mim próprio, essencialmente desgastando-me. Foram-me dadas muitas oportunidades ao longo da minha jornada até agora, para sair e parar de me distrair da tarefa pessoal que tenho em mão.

Como disse, eu trabalho em mim mesmo todos os dias, sempre aprendendo mais e mais sobre mim, assim como sobre os outros. Não é sempre o caminho mais fácil, mas não o trocaria por nada. O meu passado trouxe-me até onde estou, e a quem eu sou hoje, e eu amo quem estou a tornar-me.

Até a próxima,

Congratulando-se com todos os sucessos e fracassos…

Fazer O Trabalho

Estará você pronto para fazer o trabalho?
Vote neste artigo

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*