Nomofobia o que é?

O termo nomofobia tem origem no inglês No-Mo ou No Mobile, que significa sem telemóvel. Trata-se de um termo relativamente recente usado para descrever a fobia ou sensação de angústia que surge quando alguém se sente impossibilitado de comunicar, ou se vê incontactável quando está sem o seu telemóvel ou sem outro dispositivo tecnológico.

É uma doença com efeitos físicos bem determinados, provocados pela incapacidade de comunicação.
É também conhecida como a “doença do telemóvel” e é originada pelo facto de, muitas vezes, estarmos distantes do aparelho. Algumas pessoas sentem uma verdadeira fobia ou sensação de angústia, quando estão impossibilitadas de usar o telemóvel.

Para as pessoas com nomofobia, ficarem impossibilitadas de utilizar o telemóvel pode causar ansiedade e/ou falta de ar, tonturas, tremores, suores frios, batimentos cardíacos acelerados, dor no peito e até ataques de pânico.

Os principais sintomas que podem indiciar esta fobia são a necessidade de estar constantemente a olhar para o telemóvel, a verificação frequente de que não o perdeu, verificar obsessivamente se existem chamadas perdidas, sms ou e-mails, deixar o que se está a fazer para o atender, nunca deixar o telemóvel ficar sem bateria e tentar constantemente aumentar o tempo da bateria e, caso se esqueça dele em casa, voltar a casa para o ir buscar”.

Há maneiras bastante significativas para diminuir a dependência do telemóvel.
Uma delas é tentar reconhecer que o aparelho está sempre à nossa disposição, o que não quer dizer que devemos utilizá-lo o tempo todo. É preciso reconhecer que em alguns momentos precisamos de nos concentrar numa determinada actividade, como conduzir ou estudar, por exemplo.

Aos poucos, podemos também afastar-nos por algumas horas do telemóvel, a menos que necessitemos do aparelho para o trabalho. Faça uma caminhada, musculação, aeróbica, pilatos, exercitem-se. Exercícios fazem com que o fluxo sanguíneo e de oxigénio no cérebro sejam aumentados, o que propicia uma maior e melhor capacidade de raciocínio. Determine horários para ficar longe do telemóvel e escolha uma nova actividade ou tarefa para executar nesses momentos.

Nos casos mais graves, pode ser necessário o recurso a medicamentos. Os fármacos ansiolíticos (pode encontrar em lojas da especialidade) poderão ser usados numa fase inicial, mas com a progressão da doença pode ser necessário o recurso a medicamentos antidepressivos, sempre com aconselhamento médico.

Nomofobia

Nomofobia o que é?
4.7 (94.12%) 17 votos

Comentários

  1. PauloT || at

    Exelente artigo, recomendo.
    Visite a nossa loja de videoporteiros.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*