Evitar de não acreditar com toda a sua força

Evitar de não acreditar com toda a sua força

Evitar de não acreditar com toda a sua força

Você já se sentiu como se não precisasse de nada? Se você já sentiu isso, conheceu a experiência da Libertação. Leia esta nota, que recebi recentemente de uma amiga querida que me perguntava sobre como funciona a mente, e como a “crença” funciona, na criação da nossa própria experiência. O que é tudo isto tem a ver com a Lei da Atracção?

Eu percebi quando li essa nota que muitas pessoas têm essa pergunta. Então eu escrevi para a minha amiga que se deve ter muito cuidado para não cair em auto-culpa, ou auto-crítica, quando sinceramente se acredita em alguma coisa e isso não acontece. Por vezes, as pessoas da chamada comunidade Nova Era entram em auto-recriminação, neste ponto, dizendo coisas como: “Qual é o problema comigo?! Não estou a acreditar com convicção suficiente! Tenho que acreditar mais. Tenho que ter mais fé, caramba!”

Se não tomarmos cuidado, vamos começar a a acreditar que nós estamos errados, por não pensarmos “positivamente o suficiente”, etc. Portanto, esteja atento para essa armadilha.

Quando as coisas não acontecem da forma que você imaginou, muitas vezes é simplesmente a lei dos opostos a fazer o seu efeito. Isso é para ser bem-vindo, e não rejeitado. (Aquilo a que você resiste, persiste. Aquilo para que olha, desaparece. Isto é, deixa de ter uma forma ilusória.) A lei dos opostos oferece um sinal seguro e certo de que o seu sucesso está a caminho.

Agora, se você não acreditar e se começar a ver a lei dos opostos como prova de que o sucesso NÃO está a caminho, então não vai estar mesmo, porque você mudou o seu trajecto e está a experimentar essa realidade.

Esse trajecto não é mais do que um sistema de crença. Qualquer que seja o seu trajecto, ele leva directamente para a Realidade a que está associado! Então você chega ao seu destino e pergunta-se como raio chegou a esse ponto!

Então bem-vindo a toda a experiência — incluindo a experiência de não conseguir o que quer. Essa minha amiga disse na nota que escreveu para mim que, por muito que tentasse, por vezes não conseguiu evitar a preocupação (o medo) sobre assuntos financeiros. Eu disse-lhe que não tenho absolutamente nenhuma dúvida que o medo na minha mente vai, eventualmente, produzir exactamente aquilo de que estamos com medo. Ele não tem escolha. Simplesmente, isso é a forma como a energia funciona.

Toda a energia produz energia semelhante. Não há escolha. Simplesmente, o mecanismo é assim. Simplesmente, é assim que funciona a maldita máquina. Você não pode mudá-la, você só pode saber disso e trabalhar com ela.

É por isso que Jesus disse muitas e muitas vezes aos seus discípulos: “Não temais, porque eu estou convosco, até ao fim dos tempos.” Ele também disse: “Mesmo antes que você perguntasse, eu respondi.”

Outros mestres de outras tradições de fé ofereceram a mesma sabedoria, cada um com as suas próprias palavras. É por isso que a minha oração preferida é: “Obrigado, Deus, por me ajudares a entender que este problema já foi resolvido para mim.”

Sempre que eu me sinto preocupado (o que, para ser honesto, não acontece muitas vezes. Eu sou um tipo muito feliz e sortudo …. sim, mesmo nos chamados “maus tempos”…), eu imediatamente faço essa oração. É absolutamente a minha oração favorita de todos os tempos…

“Obrigado, Deus, por me ajudares a entender que este problema já foi resolvido para mim.”

Mas agora, a verdadeira questão é: e se o dinheiro nunca chega? E se você foi à bancarrota, teve de vender a casa, o carro, tudo…? Então o quê? O que aconteceria, então?

Isso leva-nos às grandes questões da vida: Quem sou eu? O que faço aqui? Porque estou onde estou? E depois de tudo isto, afinal não estamos assim tão longe do tópico principal, porque você só pode encontrar essas respostas, indo para a Alma.

Lá, será informado de que podemos brincar com brinquedos para crianças, se quisermos… ou podemos passar para o próximo nível de domínio, onde os nossos rendimentos, as nossas propriedades e o nosso estilo de vida se tornam irrelevantes para nós.

Esta manhã eu acordei num estado de sonho lúcido. Neste estado de sonho, uma voz dizia-me…

Traz às pessoas uma visão.

A partir desta visão vai surgir um desejo.

A partir deste desejo vai surgir uma missão.

A partir desta missão vai surgir um propósito.

A partir deste propósito vai surgir uma função.

A partir desta função vai emergir um resultado.

A partir deste resultado vai surgir uma experiência.

A partir desta experiência vai emergir uma realidade.

A partir desta realidade vai emergir uma consciência.

A partir desta consciência vai emergir uma maneira de ser.

A partir desta maneira de ser vai emergir uma expressão da divindade que as pessoas são.

A partir desta expressão vai emergir uma nova visão.

E o círculo estará completo.

E a vida vai continuar, Eternamente.

Eu vivi na rua. Por um ano inteiro. Andar de canto em canto, pedindo às pessoas umas moedas que tivessem no bolso. Eu entendo o medo que nos impulsiona a preocuparmo-nos com coisas financeiras. No entanto, digo-vos: Quem Você É não tem nada a ver com isso. Quando isto for algo que você perceba (isto é, algo que você torne real), então você vai ser verdadeiramente livre.

E aqui está a ironia. Quando você está verdadeiramente livre, todas as coisas boas fluem para si mais facilmente do que nunca, nunca. Precisamente porque você parou de lutar por elas, parou de tentar alcançá-las, parou de se preocupar com elas, parou mesmo de precisar delas.

O que “não precisamos” vem ter connosco livremente exatamente porque “não precisamos” disso. Ou seja, vivemos firmemente na convicção de que “não estamos em necessidade” dessas coisas… e a convicção envia-nos para um trajecto temporal em que aquela realidade existe!

Está a ver? Essa coisa do comboio em que nós entramos é mesmo milagrosa…

Evitar de não acreditar com toda a sua força
Vote neste artigo

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*